Postado em 17/01/2019 | Compartilhar com


Mercado a Termo vai muito além das expectativas
Modalidade de operação de vendas disponibilizada pela Minasul e que o produtor está aprendendo a usar a seu favor, fazendo bons negócios e aproveitando os melhores momentos


Uma relação de confiança que vem se consolidando ao longo dos últimos três anos. Assim tem sido o Mercado a Termo, uma modalidade de operação de vendas disponibilizada pela Minasul e que o produtor está aprendendo a usar a seu favor, fazendo bons negócios e aproveitando os melhores momentos. Como todo mineiro, o cooperado da Minasul é precavido e não pisa em areia movediça, razão pela qual as negociações se deram aos poucos, mas que só vem crescendo à medida em que adquirem conhecimento.

De acordo com o trader responsável pela mesa de operações da Minasul, Héberson Vilas Boas Sastre, na medida em que o produtor se sente seguro e convicto de que a alternativa é boa, ele passa a aderir. “Costumo dizer aos produtores que o mercado dá oportunidades muito boas, mas é preciso estar atentos para não perdê-las. Este ano, tivemos dois momentos excelentes para as vendas, ocorridos nos meses de maio e outubro.  Em maio, conseguimos aproveitar o boom para vender 95 mil sacas de café e, em outubro, 75mil sacas”, lembra.  Com esses impulsos, a meta de compra da Minasul, de 100 mil sacas de café em 2018, explodiu e deve fechar o ano acima de 280 mil sacas, superando as expectativas em quase 200%.

Héberson explica que vender café atualmente é uma arte, pois inclui muitas variáveis, além do preço isolado das cotações diárias do mercado. “Hoje, o sistema financeiro é quem dá as regras e não tem muito a ver com a época da colheita, pós-colheita, armazenar o café para vender em fevereiro, como o produtor acreditava. Vários mitos precisam ser superados. O mercado financeiro é regulado por pregões de bolsas, alta ou baixa do dólar, taxa de juros, risco dos países, mercado e muitos outros elementos que não estão atrelados ao café propriamente dito”, diz.

Desta forma, o Mercado Futuro consiste em operações realizadas no dia, com preços determinados no futuro através de grandes operadores como Traders, Torrefadores e Fundos, em um ambiente denominado Bolsa de Mercadoria e Futuros. Nesse sentido, a Minasul operacionaliza toda essa máquina para o produtor e oferece ao associado uma ferramenta segura de compra a termo, que na verdade é a fixação de preços futuros.  Isso permite ao produtor vender parte do seu café (até 30%), para até três anos, antes mesmo de colher, a preços normalmente melhores que no mercado físico.

A principal vantagem é a segurança financeira. “Quando o produtor vende parte de seu café ou troca por insumos, ele já sabe o preço de venda e não corre o risco de o valor cair no momento da colheita”.  Além da garantia de um preço fixo, ele ainda tem a segurança de um ágil, quando o café é superior, possui alguma certificação ou até mesmo ser um café especial. “Nossa orientação é sempre para que o produtor providencie toda a documentação e manifeste o seu desejo de negociação para que a Mesa de Operações da Minasul possa fazer a solicitação de crédito e vender o seu café no melhor momento.  É muito importante também que o produtor cumpra a sua parte no acordo e entregue o café na qualidade proposta”, ressalta. Para isso, ele precisa conhecer o seu custo de produção e fazer estimativas aproximadas que vão permitir bons resultados nas negociações.

15% Catação - SACA 60KG
Data Cereja Des. Dura Riada Dura R.R. Rio
VER HISTÓRICO

© 2017 MINASUL - TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO | Todos os direitos reservados.