Postado em 22/10/2021 | Compartilhar com


Melhores cafés da Safra 2021/2022 são produzidos por mulheres
29º Concurso Qualidade Minasul de Café e 3º Concurso Qualidade de Café AMAM reconhecem e premiam os lotes campeões


Em noite de premiação, os Concursos Qualidade Minasul e AMAM revelaram que os melhores lotes da safra 2021/2022 foram produzidos por mulheres. Com a realização da 3ª edição do AMAM (Associação das Mulheres do Agronegócio Minasul), foram 10 as premiadas na noite da última quinta-feira (21).

Numa transmissão ao vivo, pelo canal da Minasul no YouTube, os 38 finalistas desse 29º Concurso e do AMAM, puderam acompanhar o anúncio dos vencedores. Foram 15 premiados, sendo cinco em cada categoria (natural, cereja descascado e AMAM) e, como não poderia ser diferente, as mulheres estiveram representadas pelas produtoras reconhecidas por produzirem excelentes cafés. As três campeãs, Isabela Lima Reis, Mariana Meirelles e Fernanda de Souza são, respectivamente, das regiões Sul de Minas, Chapada de Minas e Mantiqueira de Minas.

O lote da Isabela, da Fazenda Bela Vista, em Nepomuceno, pontou 88,33 pontos na categoria natural. Todos os cuppings de seleção das melhores amostras do 29º Concurso foram provadas pelo mesmo corpo de juízes do Cup of Excellence, da BSCA, que cedeu não só a estrutura montada para a temporada de seleção do CoE, como, também, a equipe de apoio. Vale lembrar que os Q Graders da Minasul não tiveram suas notas incluídas na média final de cada lote finalista.

Já na categoria cereja descascado a amostra da Mariana obteve 90 pontos, o que é chamado de “presidenciável”.  Esse prêmio vai para a Fazenda Fartura, de Capelinha, e se juntará a outros tantos que a Fazenda Tahiti, propriedade da Mariana e do marido, Cláudio, coleciona. Inclusive, ele é o vice-campeão na mesma categoria e Mariana ainda obteve a 2ª posição no AMAM.

Falando no Concurso exclusivo feminino, a vencedora Fernanda também teve um lote presidenciável, ou seja, 90 pontos. Ela, que já havia conquistado o 1º Concurso Qualidade de Café AMAM veio neste ano para repetir o feito, mostrando que seu café é diferenciado. Fernanda, além do bicampeonato, obteve o 3º lugar no natural. “É muito gratificante e me senti honrada. Esta iniciativa da Minasul é muito rica e sensível, pois reconhece nosso trabalho e valoriza, acima de tudo, o papel da mulher em uma lavoura de café. Eu fico muito feliz, não só por mim, como também por todas as mulheres do agro que, mesmo com a pele queimada do sol, não perdem o brilho no olhar”, comenta. 

Esta é a primeira vez que o AMAM foi analisado exclusivamente pelas mulheres. “Foi um prazer provar e pontuar esses cafés. Parabéns a todas essas maravilhosas produtoras. Das produtoras para nós, provadoras”, brincou Cecília Sanada, uma das juízas convidadas e que também é hedge judge do Golden Cup, concurso promovido pela CLAC / Fairtrade. Das oito juízas provadoras do AMAM, além de Cecília, Marina Castro também compõe a bancada do CoE. “Observamos que na categoria CD, as notas dos cinco finalistas ficaram entre 86 e 90 pontos. No AMAM, essa diferença não foi tão grande porque os juízes foram outros”, observou Douglas Cal explicando a diferença de pontuação de lotes de um mesmo produtor vencedor, em categorias diferentes.

Foram recebidas no total, 250 amostras, sendo 200 para o 29º Concurso Qualidade Minasul de Café e 50 para o 3º Concurso Qualidade de Café AMAM.

Categoria AMAM

90,00

Fernanda de Jesus Souza

Sitio Jardim

Jesuânia

Mantiqueira de Minas

 

 

89,33

Mariana Meirelles Gutierrez

Fazenda Fartura

Capelinha

Chapada de Minas

89,25

Sylvia Morais De Souza

Fazenda Taquaral

Três Corações

Sul de Minas

88,42

Patricia Nogueira Pinto Frota

Fazenda Baixadão

Carmo da Cachoeira

Sul de Minas

88,17

Julliana Calil da Fonseca

Recanto do Café com Mel

Cambuquira

Mantiqueira de Minas

 

Categoria Natural

88,33

Isabela Lima Reis

Fazenda Bela Vista

Nepomuceno

Sul de Minas

 

87,67

Marcos Paulo V. Mendes

Fazenda Nova Era

Santo Antônio do Amparo

Campo das Vertentes

87,10

Fernanda de Jesus Souza

Sítio Jardim

Jesuânia

Mantiqueira de Minas

86,94

Jarbas Cleto Lopes

Sítio Bela Vista

São Gonçalo do Sapucaí

Mantiqueira de Minas

86,83

Hudson Salvador Vilela

Fazenda Colina

Luminárias

Campo das Vertentes

 

 

 

Categoria Cereja Descascado

90,00

Mariana Meirelles Gutierrez

Fazenda Fartura

Capelinha

Chapada de Minas

 

86,5

Claudio Esteves Gutierrez

Fazenda Tahiti

Capelinha

Chapada de Minas

86,16

Luciana Valias M.D Ferreira

Fazenda Nossa Senhora das Valias

Aricanduva

Chapada de Minas

86,11

Marjorie Furtado Reis dos Santos Pereira

Sítio Ipê

Três Corações

Sul de Minas

86,00

Cléverson de Cassio Fagundes

Fazenda Pinhalzinho dos Fagundes

Natércia

Mantiqueira de Minas

 

Melhores Lotes por Grupos

Sul de Minas 1

1º FAZENDA MORRO ALTO – CANDEIAS
SÃO PEDRO AGROPECUÁRIA

2º FAZENDA ÁGUA LIMPA – ILICÍNEA
RODRIGO RODRIGUES DE SALES

 

Sul de Minas 2

1º FAZENDA BELA VISTA – NEPOMUCENO
ISABELA LIMA REIS

2º SÍTIO CAFUNDÓ – CARMO DA CACHOEIRA
JULIANA GARCIA DE MOURA RIBEIRO REIS

 

Campo das Vertentes

1º FAZENDA NOVA ERA – SANTO ANTONIO DO AMPARO

MARCOS PAULO V. MENDES

2º FAZENDA COLINA – LUMINÁRIAS
HUDSON SALVADOR VILELA

 

Mantiqueira

1º SÍTIO JARDIM – JESUÂNIA

FERNANDA DE JESUS SOUZA


2º SÍTIO BELA VISTA – SÃO GONÇALO DO SAPUCAÍ
JARBAS CLETO LOPES

 

Matas de Minas / Chapada de Minas (*)

SÍTIO TIRIRICA – CANAÃ

CARLOS ANTONIO DE BARROS

(*) único lote finalista, devido a nota de corte

Busca

Agrocast

O Agrocast é um dos canais de comunicação da Cooperativa Minasul para você, produtor, a respeito do Universo Agro. Temas relevantes de commoditie, economia e sustentabilidade da agricultura brasileira toda semana para você. Então fique de ouvidos atentos!!

© 2017 MINASUL - TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO | Todos os direitos reservados.