Postado em 21/12/2019 | Compartilhar com


Minasul divulga as vencedoras do 1º Concurso Qualidade de Café Amam
O café campeão do 1º Concurso Amam veio de Jesuânia, com 90,1 de pontuação


As mulheres andam batendo um bolão nas lavouras de café e no pós-colheita, onde se determina a qualidade dos café de alta pontuação. Elas não estão de brincadeira! E o resultado de tanto empenho foi conhecido na tarde do dia 20 de dezembro, com a divulgação das vencedoras do 1º Concurso de Qualidade de Café Amam, realizado pela Minasul. No páreo, nomes de peso, com currículos conhecidos por fazer café de qualidade, mas também gratas surpresas, de outras mulheres chegando para o universo dos concursos. Além de valorização na hora da venda, elas buscam reconhecimento pelo profissionalismo e competência.

E nem as nuvens pesadas, nem a chuva que caiu copiosamente na tarde de quinta-feira, murchou os ânimo destas mulheres fortes. Elas chegaram cheias de sorrisos e disposição para acompanhar de perto a divulgação do resultado do Concurso Amam.  Logo na entrada do auditório da Minasul, já se notava que a festa desta vez era diferente: balões em rosa e lilás, flores lindas para espera-las, e a acolhida carinhosa dos colaboradores. Mesa composta e os primeiros anúncios com as informações sobre as peculiaridades de cada café das finalistas.

O coordenador de cafés especiais e diferenciados da Minasul, Francisco Lentini, foi categórico: “Superou minhas expectativas. Encontramos cafés de diferentes microrregiões, o que nos proporcionou uma imensa diversidade de sabores, e, consequentemente cafés com pontuações bem elevadas. Isso tudo se deve ao cuidado especial que as meninas tiveram com essas joias. Fica evidente que elas fizeram um trabalho impecável de pós-colheita, pois conseguiram superar os fatores climáticos dessa safra que não foram nada favoráveis. Estão todas elas de parabéns!”

FLORES E CHAPEUS BORDADOS

Os elogios e cumprimentos vieram também do presidente da Minasul, José Marcos Rafael Magalhães, que agradeceu a presença e a confiança delas. O diretor comercial, Guilherme Salgado, participou das revelações dos nomes e pontuações e falou da importância do concurso tanto para “as meninas” quanto para a Minasul. “A gente percebe o alto grau de competência destas cafeicultoras, sobretudo no pós-colheita.  Elas são caprichosas, preocupadas com o quesito limpeza, organização e outros detalhes. Cafés que passam por mãos femininas, chegam melhores aqui”, diz.

E foi nesse clima de reconhecimento e elogios que os nomes de todas elas foram sendo anunciados. Fotos, troféus, presentes, chapéus, sorrisos, flores, e um chorinho manso de bebê, afinal, onde tem fêmeas, sempre têm filhotes. E foi a filhotinha linda, Noemi, que completa quatro meses justamente no dia 21 de dezembro, que compôs o cenário da foto da campeã: ninguém menos que a sua mamãe, Fernanda de Jesus Souza, do sítio Jardim, em Jesuânia.

UM BEBÊ INSPIRADOR

Só que desta vez, foi a mamãe que caiu no choro.  Era muita emoção! Fernanda conta que trabalha com o marido na lavoura, colhendo café todos os anos, mas neste, ficou mais por conta do pós-colheita. O motivo é que a Noemi já estava pra nascer e então ela passou os meses de julho e metade de agosto rodando o café no terreiro. “Minha mãe falava pra e tomar cuidado, pra não escorregar, não cair, porque a barriga estava muito grande. Eu tomei cuidado, mas trabalhei o tempo todo, até as vésperas do parto. A Noemi nasceu dia 21 de agosto, com muita saúde, graças a Deus”. 

 

Agrocast

O Agrocast é um dos canais de comunicação da Cooperativa Minasul para você, produtor, a respeito do Universo Agro. Temas relevantes de commoditie, economia e sustentabilidade da agricultura brasileira toda semana para você. Então fique de ouvidos atentos!!

© 2017 MINASUL - TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO | Todos os direitos reservados.