Postado em 05/08/2020 | Compartilhar com


Sistema Ocemg destaca Minasul entre maiores cooperativas agropecuárias de Minas Gerais
.


Sistema Ocemg destaca Minasul entre maiores cooperativas agropecuárias de Minas Gerais

 

Em 2016, a Minasul implantou um planejamento estratégico com metas e planos definidos de maneira a torná-la uma das maiores e mais sustentáveis cooperativas do Brasil. Para alcançar esses objetivos, foram necessários novos posicionamentos frente ao mercado global cada vez mais competitivo e exigente. Quatro anos depois, um relatório do Sistema Ocemg aponta que o caminho traçado pela Minasul tem superado as expectativas, pois hoje ela se encontra entre as 10 melhores das 31 cooperativas do agro café em Minas Gerais. com crescimento no faturamento de 210% nos últimos quatro anos

 

Ainda de acordo com o relatório, no último biênio, o faturamento total da Minasul cresceu 51,3%, enquanto a média estadual entre as cooperativas de café foi de 29,5%. Sobre as sobras antes das destinações, nos últimos quatro anos representaram um aumento de 253,2% ante os 145,8% da média estadual entre as cooperativas do segmento cafeeiro. A Minasul fechou o ultimo biênio com 257% de crescimento, o maior resultado da história, enquanto a média mineira no periodo anterior caiu 19,7%.

 

José Marcos Rafael Magalhães, presidente da Minasul, aponta os fatores para esse desenvolvimento surpreendente. “Claramente três fatores nos deram essa condição. O primeiro é a confiança dos nossos cooperados. O segundo, a competência e o esforço de nossos colaboradores, que apresentam soluções aos problemas dos nossos cooperados. E o terceiro, e não menos importante, a parceria com nossos fornecedores, pois todos eles são fundamentais para que a gente consiga atender os nossos cooperados com serviços e produtos de qualidade”.

 

Marcelo Ramos, gerente financeiro da Minasul, também atribui a parceria com a Fundação Dom Cabral, entidade que tem colaborado com os planejamentos estratégicos, como um dos fatores determinantes para esse efeito.  Sobre o crescimento em curva cada vez mais ascendente, Ramos comenta que “a Minasul não está se desenvolvendo simplesmente, mas tem apresentado seu crescimento fundamentado em princípios sólidos, com uma retaguarda e uma estrutura por trás disso tudo”.

 

Nesse sentido, o presidente da Minasul explica “que o grande alavancador desse nosso crescimento foi a diversificação, pois trabalhamos hoje também com cereais e hortifruti, assim como também ampliamos nossa área de atuação e o número de cooperados. Mais uma vez cito a participação e a confiança dos nossos cooperados nesse resultado”.

 

Para manter o seu desenvolvimento, a Minasul já tem os próximos passos definidos: integrar, de forma sustentável, a produção, a indústria e o comércio. “Para isso, a logística é fundamental, e teremos que encurtar a distância entre a produção e o consumo, ou seja, mais valor na produção e menos preço no consumo. Essa é a forma que nós vamos usar para que haja um contínuo desenvolvimento. Logicamente que, para fazer isso, vamos precisar muito da digitalização para simplificar esses processos”, explica o presidente.

 

José Marcos reforça que investir na digitalização será fundamental, pois é necessário o “desenvolvimento das facilidades para encurtar o tempo e aumentar a simplicidade de negociações. A Minasul tem desenvolvido vários projetos nessa linha, como o Paper Free, o Direct Trade e a moeda Coffee Coin, e todos esses esforços são no sentido de simplificar as negociações, os meios de pagamentos e, principalmente, o acesso aos produtos. Dessa forma, teremos uma consistência em nosso crescimento”.

 

Relatório Ocemg

Os resultados apresentados foram compilados a partir de um comparativo entre os dados fornecidos pelas próprias associadas da Ocemg.  O documento reuniu informações de 190 cooperativas mineiras de sete segmentos: agropecuário; crédito; saúde; transporte; trabalho, produção de bens e serviços; consumo; e infraestrutura. O relatório, em um primeiro momento, abrange todas as cooperativas e, em um segundo momento, mostra a evolução setorizada.

 

Cooperativas Mineiras

O documento apresentado pela Ocemg também traz dados relevantes sobre as 190 cooperativas mineiras do setor de agronegócios. Elas representam, juntas, 10,2% do PIB do agronegócio de Minas Gerais e mostram a importância do setor para a economia do estado. Os números abaixo são relativos ao ano de 2019: 

 

- 181 mil cooperados

- R$ 23,2 bi em faturamento

- R$ 14,0 bi em ativos totais

- R$ 922,2 mi de capital social

- 16,6 mil colaboradores

- R$ 637 mi de sobras

- R$ 4,1 bi de patrimônio líquido

 

Café de Minas

A Ocemg também apresenta informações relevantes sobre a importância do café mineiro para o País:

 

- Minas Gerais é o maior produtor de café do Brasil

- 49,8% do café produzido no Brasil é de Minas Gerais

- Se Minas Gerais fosse um país, seria o maior produtor de café do mundo.

- 69,2% do café produzido em Minas Gerais passou por uma cooperativa mineira.

- Exportação de 393,6 mil toneladas de café.

- O volume de café que passou pelas cooperativas aumentou 47,3% nos últimos cinco anos.

- De cada 10 xícaras de café consumidas no Brasil, quatro são de cooperativas.

- O café é responsável por 6,3% do PIB do agronegócio mineiro.

Agrocast

O Agrocast é um dos canais de comunicação da Cooperativa Minasul para você, produtor, a respeito do Universo Agro. Temas relevantes de commoditie, economia e sustentabilidade da agricultura brasileira toda semana para você. Então fique de ouvidos atentos!!

© 2017 MINASUL - TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO | Todos os direitos reservados.